sábado, septiembre 20, 2008

pequenos delitos

pequenos delitos


dedos labios, parpados, labios y mas labios, pies y pubis, corvas y angulos de carne
heridas sonoras como caracolas heridas, temblores y furias muy tiernas,
hendiduras doradas, manantiales clandestinos, picolas barricaas levantadas con tus crines
de angelitos excluidos, todo, todo lo que te iza como agorsa y feria, como bsque y desierto
concurrido por las criaturas inexplicables, todo, todo, te sigue sin prisa y sin duda, al mayusculo abismo
que adoran tus muslos, ahi todas las ofrendas son gloriosas victimas, manadas de tactiles criaturas sumergiendo su sed en tu inagotable juerga.(Karlotti)


Este texto esta incluido en el insomne blog: PEQUENOS DELITOS


Minha buceta tem lábios carnudos e rosados. Ela é cheinha, bem clarinha e gosto de mantê-la lisinha, bem depilada para sentir a língua macia deslizando entre os lábios macios, explorando cada cantinho oculto.
Em cima ela tem pêlos bem aparadinhos para delinear os contornos do prazer e algumas vezes a deixo sem pêlos, exposta, vulnerável, à disposição.
Como a buceta é minha, eu a acho bem bonitinha, mas quem já viu comprovou minha afirmação.
Meu grelho não é muito pequeno e nem muito grande, complementa o traçado dos grandes lábios formando um conjunto harmonioso e sedutor, convidativo.
É um grelho suave, roliço e fica levemente recoberto pela pele. Adoro abrir bem as pernas puxar a capa do grelho e pedir: ‘mete a boca aí, se lambuza todo com meu melzinho adocicado’.
Sim, meu gosto parece vir levemente adoçado, é suculento e inspira muito tesão.
O perfume é inebriante, conquistador. É cheiro de desejo, de vontade.
Quanto mais excitada, mais inchada minha buceta fica. Toda ela ganha volume, ganha cor e ganha força.
Os músculos internos ficam ávidos, desejosos. Eles pedem um pau duro e macio e quando o pedido é aceito, os lábios engolem o pau e o chupam sugando pra dentro e depois devolvendo num delituoso vai e vem, abraçando o pau com carinho deixando-o molhado, lambuzado.
Minha buceta é tesuda ao olhar, gostosa de chupar e deliciosa para fuder. Sempre bem molhada, quanto mais excitada mais mel escorre de dentro dela deixando-a encharcada até escorrer pelas pernas.
Posso dizer que minha buceta é um projeto muito bem feito. E como me dá prazer a danada!
Essa descrição é para todos os leitores do PD, mas quero dedicá-la a um amigo especial que há um tempo me ensinou como descrever uma buceta com palavras.
Ainda tenho muito que aprender com ele. Lu toma, pega minha buceta pra você!
- por Rô.